domingo, 24 de maio de 2009

O LAR CRISTÃO NA SOCIEDADE




(PRIMEIRA PARTE)

O texto bíblico do FATO desta quinzena se encontra no livro de Colossenses, capítulo 3, versículos 18 a 25 e capítulo 4, versículo 1, que dizem:
Maridos, amai vossas esposas e não a trateis com amargura.

Filhos, em tudo obedecei a vossos pais; pois fazê-lo é grato diante do Senhor.

Pais, não irriteis os vossos filhos, para que não fiquem desanimados.

Servos, obedecei em tudo ao vosso senhor segundo a carne, não servindo apenas sob vigilância, visando tão somente agradar homens, mas em singeleza de coração, temendo ao Senhor. Tudo quando fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança. A Cristo, o Senhor, é que estais servindo; pois aquele que faz injustiça receberá em troco a injustiça feita; e nisto não há acepção de pessoas.

Senhores, tratai os servos com justiça e com eqüidade, certos de que também vós tendes Senhor no céu.>

I - INTRODUÇÃO

Aos lares, em geral, está reservado um papael marcante. Eles compõem a sociedade. Esta será estável e tranqüila dependendo dos lares, como a saúde do corpo depende das células. O lar é a célula matriz da sociedade. Os próprios pagãos reconheceram o valor da Família. Cícero, famoso orador romano diz: "A união marital é tão arranjada pela natureza, que não só é gratíssima à sociedade como utilíssima à vida". A desintegração da sociedade começa, onde começa a corrupção dos bons costumes cultivados na família. De modo singularísimo, destacaremos a importãncia do "Lar Cristão" na sociedade. Ele se destaca nos livros sacros da Escritura, a começar do Livro de origem (Gênesis). Deus criou o homem; formou a mulher; deu origem ao lar, para dele fazer evoluir a sociedade. Pôs em relevo o lar quando determinou: "Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a" (Gênesis 128). Na Nova Aliança confirmou,num sentido espiritual, a família, fazendo dela uma figura da Igreja (Efésios 2.19). Usou ainda largamente o consórcio conjugal para expressar a relação de Cristo com a sua igreja, como se pode ver em Efésios 5.22-28 e Apocalipse 21.2. Está, pois, em relevo, o papel da família cristã na sociedade, satisfeita a condição prescrita nos Salmos 127 e 128.

II - COMO DEVE SER O LAR CRITÃO<

Ora, os elementos básicos na formação do lar são o homem e a mulher na união matrimonial. Da convivência destes, depende a geração de filhos e a educação do próprio lar. Como deve ser, então, o lar cristão? indagará você prezado leitor. A Biblia apresenta as características do lar cristão: O TEMOR DE DEUS, A PIEDADE, O AMOR, A SINCERIDADE, A LEALDADE, O TESTEMUNHO CRISTÃO, A INSTRUÇÃO, A EDUCAÇÃO.
Mas há também as recomendações específicas do texto, que devem marcar a família cristã, a fim de que venha a ser uma bênção para a humanidade.

(CONTINUA NO PRÓXIMO NÚMERO
Texto de ASSIS FERREIRA DA SILVA - extraído de FOLHA DO ASSIS

Nenhum comentário:

Postar um comentário